Mestrado Profissional em Saúde da Família

em Pós-Graduação Projeto político pedagógico

MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA - MATO GROSSO DO SUL

MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA - MATO GROSSO DO...

Continue lendo

AULA INAUGURAL DA II TURMA DO MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA

AULA INAUGURAL DA II TURMA DO MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA...

Continue lendo

Resultados segunda e terceira etapa MPSF

Resultados segunda e terceira etapa...

Continue lendo


Descrição

1 - Justificativa: Considerando o papel crucial dos profissionais de saúde para que os princípios da ESF sejam contemplados é que se propôs uma parceria entre a FIOCRUZ Mato Grosso do Sul, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), e a Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, para a criação do MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA (MPSF) no Estado de Mato Grosso do Sul. Assim sendo, o Mestrado Profissional será mais uma ferramenta que permitirá que ... o aluno passe a compreender a produção do conhecimento científico, relacionando-o com seu processo de trabalho, ou seja, permitirá que ele seja mais que um mero reprodutor das tecnologias (XAVIER, 2003; p.13), mas que, em função da sua realidade, selecione-as e aplique-as de maneira profícua às esferas (população, profissionais, gestão) envolvidas no processo de produção da saúde.

 2 - Área Temática: Saúde da Família

 3 - Público Alvo:  Profissionais de nível superior da área de saúde que trabalhem diretamente na Estratégia de Saúde da Família em Mato Grosso do Sul.

 4 - Competências de egresso esperadas

  • Elaborar e executar as práticas de investigação e atenção em saúde da família.
  • Fortalecer a produção/construção do conhecimento com vistas a desenvolver práticas cientificamente embasadas e tecnologicamente adequadas como elementos locais norteadores da ESF.
  • Fomentar a construção coletiva de métodos inovadores de promoção e educação em saúde, conforme as necessidades locais.
  • Desenvolver competências de investigação/diagnóstico e ensino, inseridas na Estratégia de Saúde da Família (ESF).
  • Reconhecer e se comprometer com a necessidade do trabalho em equipe multiprofissional para que os pressupostos da ESF sejam contemplados.
  • Conhecer as principais necessidades da população adscrita e, em função disso, identificar as tecnologias a serem utilizadas na atenção à saúde, com embasamento em evidências científicas, sem negar o conhecimento popular e a interferência deste no processo saúde-doença.
  • Estar capacitado a exercer atividades técnico-científicas e de inovação que contemplem a promoção de saúde e qualidade de vida da comunidade.
  • Construir novos métodos de trocas de conhecimento com a população/sociedade, em função das demandas específicas locais, que possam interferir na qualidade de vida e no desenvolvimento sustentável.
  • Capacitar para o agir em saúde transformador, colaborando para a melhora do serviço público de saúde, tanto em nível profissional, administrativo (gestão) e comunitário (cuidado).
  • Contribuir para que as inovações tecnológicas e o produto da formação profissional avançada sejam socializados com as instituições (escolas, universidades, fundações) e com o setor produtivo local.

 

5Modalidades Educacionais previstas: O desenho curricular é modular, conforme abaixo:

Módulos obrigatórios:

  1. Seminário de Pesquisa  - 2 créditos
  2. Promoção e Educação em Saúde -  3 créditos
  3. Produção de conhecimento em serviços de saúde - 3 créditos
  4. Métodos de Pesquisa em Saúde - 2 créditos
  5. Epidemiologia - 3 créditos
  6. Atenção à Saúde da Família - 3 créditos

 Módulos optativos:

  • Bioética: 45h/a  (3 créditos)      
  • Sistemas de Informação e Avaliação em Saúde: 60h/a  (4 créditos)        
  • Práticas de Saúde Baseadas em Evidências: 60h/a (4 créditos)                 
  • Saúde dos Povos Indígenas: 45h/a  (3 créditos)      
  • Planejamento e Gestão em Saúde: 45h/a  (3 créditos)      
  • Políticas Públicas em Saúde e Controle Social: 45h/a  (3 créditos)      

 

CORPO DOCENTE: 

CORPO DOCENTE PERMANENTE

CORPO DOCENTE COLABORADOR

MAURICIO ANTONIO POMPILIO

DARIO XAVIER PIRES (*)

SONIA MARIA OLIVEIRA DE ANDRADE

ANA RITA COIMBRA MOTTA DE CASTRO

RIVALDO VENÂNCIO DA CUNHA

MARIA ELIZABETH M. CAVALHEIROS DORVAL

ANA RITA BARBIERI

RUI ARANTES

VERA LUCIA KODJAOGLANIAN

ANA TEREZA GOMES GUERRERO

ANA LUCIA LYRIO DE OLIVEIRA TOGNINI

 

EDSON MAMORU TAMAKI

 

ADRIANE PIRES BATISTON

 

LUIZA HELENA DE OLIVEIRA CAZOLA

 

JOEL SARAIVA FERREIRA

 

ALESSANDRO DIOGO DE CARLI

 

MARA LISIANE DE MORAES DOS SANTOS

 

MARIA CELINA PIAZZA RECENA (*)

 

ROSANGELA DA COSTA LIMA

 

SANDRA MARIA DO VALLE L. DE OLIVEIRA

 

 

7 - Observações:

Este projeto de Mestrado Profissional em Saúde da Família, foi aprovado pela CAPES em abril de 2012.

 

8. Número de vagas

15 (QUINZE) vagas. (Oferta 2012)

Contato

Promoção

UFMS e FIOCRUZ Mato Grosso do Sul