31

Dec

UNA-SUS/UFMA mostra sua experiência com divulgação de recursos em acervo online

24-05-2017 10:54:02 Portal Saúde em Notícias Gerais

O acervo digital da Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) atualmente é o maior repositório de recursos educacionais em saúde de toda a América Latina. Com mais de 8 mil materiais disponíveis, o Acervo de Recursos Educacionais em Saúde (ARES) possibilita consulta e download de recursos educacionais multimídia desenvolvidos para o ensino-aprendizagem de trabalhadores da saúde. Dessa forma, os usuários podem encontrar vídeos, textos, imagens, e até cursos inteiros desenvolvidos por universidades que compõem a Rede UNA-SUS.

Dentre essas Instituições de Ensino, a que mais disponibiliza recursos para o acervo é a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que possui um total de 1.007 materiais depositados. Entre as mídias mais comuns, estão os textos, materiais multimídias (SCORM, PPU e Moodle), vídeos, trabalhos de conclusão de curso e animações.

 

 

Para a coordenadora do Núcleo Pedagógico da UNA-SUS/UFMA, Regimarina Reis, publicar recursos no ARES é uma das melhores formas que as instituições de ensino vinculadas ao Sistema UNA-SUS possuem para aumentar o alcance de suas produções. A UFMA, bem como as outras instituições, pode assim apresentar a um grande número de indivíduos o trabalho que tem realizado ao longo dos anos, com o objetivo de aprimorar cada vez mais a força trabalhadora do SUS. Ela explica ainda que os materiais contidos no ARES são criados por meio de processos de produção, e passam por avaliações e validações antes de ficarem acessíveis para amplo uso, para garantir a qualidade dos materiais que foram desenvolvidos.

 

 

Reis ressalta a importância de o acervo possibilitar a reutilização dos recursos produzidos. Assim, os objetos de aprendizagem produzidos pela universidade podem ser utilizados por outras instituições, como recursos em aulas, em debates sobre a formação profissional, entre outras atividades acadêmicas. Desta forma, os conteúdos produzidos pela UNA-SUS/UFMA são apropriados para o aperfeiçoamento profissional desde a graduação até a pós-graduação.

 

 

A cientista da informação responsável pelo ARES, Fernanda Monteiro, ressalta que uma vez que publicados no ARES, os conteúdos digitais produzidos pelas instituições têm um amplo acesso e visibilidade. "Atualmente, a maioria das buscas do ARES são feitas por intermédio de buscadores, como o Google, que indexa o ARES considerando-o uma fonte confiável (inclusive com resultados no Google Scholar). O Google atribui relevância aos resultados do ARES, exibindo-os antes de outros resultados, fazendo com que os recursos publicados no Acervo sejam mais acessados pelo público em geral, diz.

 

 

Segundo Reis, a visibilidade proporcionada pelo ARES favorece o diálogo com profissionais de outras instituições, que podem colaborar positivamente para o engrandecimento dos projetos desenvolvidos. A publicação dos recursos no ARES também funciona como elemento de motivação para a equipe da UNA-SUS/UFMA, que enxerga no acervo a oportunidade de ampliar o alcance do trabalho desenvolvido.

 

 

De acordo com a coordenadora, se antes esses recursos só estavam disponíveis para aqueles que estavam matriculados em cursos apoiados pelo Ministério da Saúde, agora eles podem ser acessados neste acervo por qualquer indivíduo que possua interesse nos tópicos abordados. Isto caracteriza um processo de democratização do conhecimento e uma devolutiva à sociedade quanto aos recursos públicos empregados para a manutenção das UNA-SUS por todo o Brasil.

 

Para conhecer o ARES, acesse: https://ares.unasus.gov.br/acervo/.

comments powered by Disqus